externato álvares cabral

Crónicas

Educar para a Empatia

Em dia de luto nacional, por uma tragédia que a todos toca, urge, mais do que encontrar responsáveis, permitir que cada um, à sua maneira, se conecte consigo e com as emoções que está a vivenciar.

 Quando experienciamos, ou observamos outros entes experienciar, momentos como os ocorridos durante este fim-de-semana, todos sentimos algo mas, por vezes, com as mil-e-uma solicitações diárias, com o tempo a passar sem cessar, permitimos que acontecimentos como este caiam no esquecimento, até que, por desgraça, algo volte a suceder.

Quando assim é, frequentemente pensamos que “temos de priorizar o que verdadeiramente importa no dia-a-dia, temos de nos conectar ao outro, temos de combinar aquele almoço…”.

Porém, mais uma vez, entramos em piloto automático e quando damos por nós somos novamente reféns da correria diária.

Enquanto responsáveis, pela Educação, cabe-nos Educar para a Empatia, cabe-nos educar para a relação com o outro, cabe-nos ensinar e dar o exemplo de que há coisas tão mais importantes do que os atritos e os detalhes do dia-a-dia.

Se tivermos que correr, que seja para estarmos onde verdadeiramente importa!

 

Diretora Geral do Externato Álvares Cabral, Dra. Rita Mariño-Lourenço